sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

Obstipação



Também conhecida como prisão de ventre, consiste na diminuição da quantidade de número de vezes que ocorre expulsão de fezes, num indivíduo.

A obstipação, é uma queixa muito vulgar, que pode causar grande mal-estar. Na maior parte dos indivíduos saudáveis a frequência das evacuações é inferior a três vezes por dia e superior a três vezes por semana, mas não há um padrão de funcionamento intestinal igual para toda a gente.




Causas:
- Preguiça em defecar
- Maus hábitos alimentares
- Mudança de ambiente e viagens
- Cansaço físico e mental
- Gravidez
- Cirurgias
- Patologias intestinais
- Hipotiroidismo ou depressão nervosa
- Hemorróidas 
- Drogas e medicamentos: (abuso de laxantes; diuréticos - tornam as fezes mais duras, por perda de água através da urina; anti-ácidos; medicamentos psiquiátricos - calmantes, ansioliticos e antidepressivos, entre outros)




Como evitar/tratar:
1. A primeira atitude consiste em disciplinar a dieta, ingerindo alimentos ricos em fibra (Cereais: farelo, flocos, pão e bolachas integrais; Fruta: ameixa, pêssego, frutos de polpa, frutos
tropicais; Vegetais: couve, feijão, grão, ervilhas, salada) e assegurando uma ingestão suficiente de líquidos.



Também, a actividade física regular (marcha, ginástica, natação) pode ser uma ajuda preciosa.

2. Deverá contactar com o seu médico:

  • Para avaliar se os medicamentos que toma estão a agravar a obstipação
  • Se tiver perdas de sangue pelo intestino ou se surgir anemia
  • Se estiver a perder peso
  • Se a obstipação apareceu recentemente ou se se agravou sem causa aparente

3. Em situações mais arrastadas pode ser necessário recorrer a laxantes, mas só o seu médico
sabe qual o laxante mais indicado e quando o deve tomar. 

4. Em casos muito especiais, pode estar indicada intervenção cirúrgica.

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Legumes do mês Fevereiro




Fonte: http://www.deco.proteste.pt/ 




Tal como a fruta, os legumes são essenciais para uma alimentação saudável, uma vez que são constituídos por diversos nutrientes que conferem inúmeros benefícios à saúde!

É extremamente vantajoso variar o máximo possível entre os diversos tipos de legumes, de modo a ingerir todos um pouco de todos os nutrientes que cada um deles oferece!

Ao consumir os alimentos na época própria, aproveita todo o seu sabor e a melhor relação entre qualidade e preço.

Fruta do mês Fevereiro




Fonte: http://www.deco.proteste.pt/ 

Em Fevereiro é de destacar a presença dos citrinos, 4 frutas ricas em vitamina C:

- Laranja
- Limão 
- Quivi
- Tangerina


A vitamina C é muito importante para o nosso organismo, nomeadamente:


  • Poderoso antioxidante;
  • Produção de colagénio;
  • Síntese de neurotransmissores e hormonas;
  • Desenvolvimento de dentes, gengivas, unhas e ossos;
  • Fortalece o sistema imunitário, permitindo prevenir alguns problemas de saúde (como gripe, pneumonia e inflamação da garganta);
  • Favorece a absorção de ferro;
  • Potencia a cicatrização de feridas.



A Dose Diária Recomendada (DDR) de vitamina C varia de acordo com a idade, sexo, grupo de risco. 
Em média recomenda-se a toma diária de 60mg.


Nota: Caso exista uma exposição a poluentes, toxinas industriais, metais pesados e/ou fumo do tabaco bem como uma toma de medicamentos (como antidepressivos e diuréticos) ou consumo de álcool  as necessidades de vitamina C são superiores.

Conselhos alimentares para ajudar durante o tratamento do cancro da mama

No dia 4 de Fevereiro, data assinalada como World Cancer Day, a Associação Laço em parceria com a APN lança um E-book com conselhos alimentares para ajudar durante o tratamento do cancro da mama.


Este E-book é dirigido a pacientes com cancro da mama assim como aos seus familiares e amigos.
O seu objectivo é ajudar as mulheres que vão iniciar ou já iniciaram tratamentos de quimioterapia ou radioterapia, de forma a aliviar os possíveis efeitos secundários do tratamento na sua alimentação.


Faça o download do E-book aqui.