segunda-feira, 25 de novembro de 2013

Alimentos de Outono: Laranja


 
Existem muitas variedades de laranja que se diferenciam pelo sabor, rugosidade e tamanho. Para além de consumida como fruta fresca existem outras formas de usar laranjas na culinária como sejam os sumos, os doces, os gelados, as tortas e podem mesmo ser utilizadas em pratos salgados, conferindo frescura, aroma e um agradável sabor ligeiramente ácido.





Características Nutricionais: 


A laranja é uma fruta com elevado teor de água e um baixo teor calórico. Além de ser rica em vitamina C, também constitui uma excelente fonte de ácido fólico, potássio e magnésio. A sua cor característica deve-se às quantidades apreciáveis de β-caroteno.

A laranja é também uma boa fonte de ácido cítrico, o que potencia a acção da vitamina C. A quantidade de fibra é apreciável, e esta encontra-se sobretudo entre a casca e polpa (a “parte branca” da laranja, que é muitas vezes removida).


Tabela de composição nutricional (por 100g de porção edível):


Laranja
Sumo De
Laranja
Refrigerante
De Laranja
Energia (kcal)
42
41
40
Água (g)
86,3
88,8
89,4
Proteína (g)
1,1
0,3
0
Lípidos (g)
0,2
0,1
0
Hidratos de carbono (g)
8,9
9,5
10,5
Fibra (g)
1,8
0
0
Vitamina C (mg)
57
50
0
Caroteno (µg)
120
41
0
Ácido fólico (µg)
31
28
0
Potássio (mg)
159
131
10
Magnésio (mg)
11
5
1,0
mg = miligramas; μg = microgramas. Porção Edível = diz respeito ao peso do alimento que é consumido depois de rejeitados todos os desperdícios. Vitamina A = como equivalentes de retinol. Fonte: Porto A, Oliveira L. Tabela da Composição de Alimentos. Lisboa: Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge. 2006, pág. 96, 114 e 116.



O seu elevado teor em vitamina C, flavonóides e β-caroteno, fazem da laranja uma fruta especialmente interessante para a saúde cardiovascular, devido ao efeito antioxidante destes nutrientes. Estes nutrientes com propriedades antioxidantes são também uma forma de prevenção contra outras doenças degenerativas como cancro.

O consumo de laranjas com alimentos ricos em ferro, aumenta a absorção do ferro pelo organismo, propriedade muito interessante, sobretudo em indivíduos que sofrem de anemias ferropénicas.
A fibra solúvel que existe na laranja pode facilitar o trânsito intestinal, diminuir a absorção dos níveis de colesterol e diminuir a os picos glicémicos (reduzir os picos de açúcar no sangue).

Como comprar e conservar:

A melhor época para comprar laranjas vai desde meados do Outono, até à Primavera. Em geral, a laranja é tanto mais rugosa, quanto mais pesada for.

As laranjas que serão consumidas a curto prazo, podem ser deixadas à temperatura ambiente, no entanto, se pretende conservá-las durante mais de uma semana, deve colocá-las no frigorífico.


Sugestão: Laranja com canela e romã



Ingredientes (4 pessoas): 
4 Laranjas
1 Romã
Canela em pó a gosto

Preparação:
1 - Abra a romã ao meio e retire os bagos. 
2 - Descasque as laranjas de modo a eliminar a película branca. 
3 - Corte as laranjas às rodelas e disponha-as nos pratos de servir.
4 - Salpique com uma pitada de canela e por cima distribua os bagos de romã.






Sugestão: Casca de laranja cristalizada

Também podemos aproveitar as cascas das laranjas para consumo.






  1. Descasque a laranja de modo que não tire muito da parte branca (ou vai ficar azedo), corte a casca em tiras e reserve.
  2. Escalde rapidamente as cascas e depois adicione o açúcar. Deixe cozinhar por 5-10 minutos ou até que esteja ficando levemente transparente.
  3. Retire as cascas com a ajuda de uma pinça e coloque em cima de uma folha de papel manteiga, deixe arrefecer para que cristalize. (se preferir polvilhe açúcar cristal enquanto ainda estiver quente).
  4. Sirva como acompanhamento de pudins, petiscos ou use para decorar seus bolos e sobremesas.

Sem comentários:

Enviar um comentário